quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Torta de limão

Esta é uma torta que todo mundo conhece, já fez ou provou, mas que não poderia deixar de marcar presença aqui no blog. Se bem que ela é um pouco diferente por ter o seu recheio assado. Estou mais acostumada a fazer aquela mistura comum de leite condensado, creme de leite e suco de limão.
Peguei esta receita (só o recheio) no lindo blog do Richie, A Cozinha Coletiva. Super criativo o rapaz, né gente? E o que dizer daquelas tortas que ele prepara???? Divinas!
Eu bem que tento fazer o meu marido cozinhar, mas ele não curte nadinha.  
Bom, por hoje é só. Semana que vem eu volto trazendo algumas receitinhas para o Natal.
Beijos e um bom final de semana para todos.


Ingredientes:
1 massa para torta pré assada de 23 cm de diâmetro (receita aqui) *
3 ovos
120 ml de suco de limão
1 lata de leite condensado
1 xícara (chá)  de açúcar refinado
1 colher (chá) de essência ou extrato de baunilha
Raspas de limão para decorar e para aromatizar o recheio

Separe as gemas das claras. Em uma tigela, bata as gemas por aproximadamente 2-3 minutos, até se tornar um creme fofo e claro. Aos poucos, acrescente o leite condensado e bata por mais 3-5 minutos. Raspe as laterais da tigela e acrescente o suco e as raspas do limão (2 colheres de chá). Bata até misturá-los por completo.
Despeje o recheio sobre a torta e leve-a para assar por aproximadamente 10-15 minutos, ou até o recheio esteja firme. Retire do forno e deixe esfriar. Cubra e leve à geladeira por várias horas ou de um dia para o outro.
Prepare o merengue misturando as claras com o açúcar em um recipiente que suporte a temperatura do banho-maria. Leve ao fogo baixo, misturando constantemente com o auxílio de um fouet, por aproximadamente 4 minutos até o açúcar se dissolver completamente. Retire do fogo e transfira a mistura para a tigela da batedeira. Acrescente a essência (ou extrato) e bata até esfriar e formar picos firmes (aproximadamente 10 minutos).
Coloque o merengue em um saco de confeitar e cubra a torta. Leve ao forno alto (aproximadamente 250 °C) para dourar o merengue. Retire e deixe esfriar.
Decore com as raspinhas de limão

* Preparei a massa e pré assei por aproximadamente 20 minutos. Passado esse tempo eu retirei o papel alumínio e deixei assar por mais 4 minutos para a base dourar um pouquinho. Deixei esfriar antes de colocar o recheio. 

A receita do recheio é daqui.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Risoto de funghi secchi

Já havia comentado anteriormente que estou dando preferência as refeições vegetarianas e, foi numa dessas idas ao supermercado, que comprei um pacote de funghi secchi com a intenção de preparar um risoto.
Fim de semana eu coloquei o desejo em prática, mas não fiquei tão empolgada com o sabor. Já havia experimentado funghi secchi em uma massa, mas como o molho tinha tanto creme de leite, o seu sabor ficou mais sutil.
Neste risoto o sabor ficou bem acentuado e, acho que por esse motivo, o prato não me agradou tanto.
Eu ainda continuo preferindo os cogumelos frescos, mas é bom sempre dar uma variada e acostumar o paladar com sabores novos.
Como sempre, depois de vários clicks, o risoto foi perdendo a umidade. Então nada de ficar tirando fotos e depois servir requentado. Sirva imediatamente, tá? :)


Ingredientes:
1 xícara (chá) de água morna
30g de funghi secchi
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
½ cebola pequena cortada em cubinhos
1 xícara (chá) de arroz para risoto – usei arroz arbóreo
1 xícara (chá) de vinho branco
1 colher (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de manteiga
1 litro de caldo de legumes ou carne – usei caldo de legumes

Lave bem os cogumelos em água corrente, coloque-os em uma tigela e deixe-os hidratar na água morna. Deixe repousar por aproximadamente 30 minutos.
Retire os cogumelos da água e pique-os. Reserve o líquido.
Em uma panela média, aqueça a metade da manteiga e o azeite. Acrescente a cebola e deixe suar. Junte os cogumelos e o arroz e refogue por 1 minuto. Acrescente o vinho, mexa e deixe evaporar.
Adicione o líquido que foi usado para hidratar os cogumelos e deixe novamente secar.
Junte, aos poucos, concha por concha, o caldo de legumes (ou carne) quase em ponto de fervura, mexendo constantemente, até o arroz ficar al dente.
Desligue o fogo e acrescente a manteiga restante e o queijo parmesão. Misture bem e sirva em seguida.

Rendimento: 2 porções. 


quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Quiche de cebola caramelizada e provolone

Esta é a segunda vez que preparo quiche de cebola aqui em casa. A primeira vez foi quando um casal de amigos veio nos visitar e acabou não dando tempo de fotografar e postar a receita no blog.
Lembro bem que, quando disse para o meu marido que estava fazendo uma quiche, ele fez cara feia ao saber que era de cebola.  – Como assim? Só de cebola? E vai ficar bom?
Respondi o que sempre falo quando estou fazendo algo pela primeira vez: - Sei lá, mas não custa experimentar, não é mesmo?
Dito e feito. A quiche ficou deliciosa! A massa eu já conhecia, mas o recheio surpreendeu.
Um prato cheio para quem gosta de cebola. 

quiche de cebola caramelizada e provolone


Ingredientes:
1 massa para quiche pré-assada de 20 cm de diâmetro (receita aqui) *
500g de cebola cortada em rodelas finas
2 colheres (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de azeite de oliva
3 colheres (chá) de açúcar
2 ovos
1 ½ xícara (chá) de creme de leite fresco
100g de queijo provolone ralado na hora

Aqueça, em fogo baixo, a manteiga e o azeite em uma frigideira grande. Acrescente o açúcar e a cebola e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, até a cebola murchar completamente e dourar.  Reserve.
Em uma vasilha, misture, com o auxílio de um fouet, o creme de leite e os ovos. Acrescente o queijo e misture novamente.
Coloque a cebola sobre a massa da torta e despeje o creme por cima. Leve para assar por aproximadamente 20 minutos. Espere amornar para retirar a quiche da fôrma ou sirva em seguida sem desenformar.


* Preparei a massa, deixei refrigerar por 20 minutos e pré assei por 10 minutos. Deixei esfriar enquanto preparava o recheio. Você também pode optar por assar a massa em forminhas individuais. 

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Croissant

Acho que nunca tive tanta paciência para esperar uma receita ficar pronta como tive com esta. Três longos dias de espera e, no fim, fui recompensada com um pãozinho maravilhoso. Juro! Juro, de pé junto e tudo! Este croissant é perfeito!
Peguei a receita do site weekendbakery.com e, como ele é bastante extenso e está escrito em inglês, eu fiz um resumo. O texto original é rico em detalhes e dicas, por esse motivo, eu recomendo a sua leitura para quem estiver disposto a fazer essa delícia.
Fiz uma pequena modificação na parte de cortar e assar a massa, mas acredito que não alterou o resultado, pelo menos do sabor eu tenho certeza.
Super recomendo e caso vocês façam, enviem alguns para eu degustar. :)

croissants


Ingredientes:
280g de manteiga sem sal para folhar
1 ovo para pincelar

Para a massa
500 g de farinha de trigo (mais um pouco para polvilhar)
140 g de água
140 g de leite integral (você pode usá-lo gelado)
55 g de açúcar
40 g de manteiga sem sal
11 g de fermento biológico seco instantâneo
12 g de sal

Primeiro dia:
Misture todos os ingredientes da massa e sove por 3 minutos até ativar o glúten moderadamente. Não sove a massa demasiadamente pois ela ficará mais difícil de trabalhar.
Modele a massa em forma de disco (não modele uma bola) e Coloque-o em um prato, cubra com filme plástico e deixe na geladeira durante a noite.

Segundo dia:
Corte a manteiga gelada (diretamente da geladeira) longitudinalmente em pedaços grossos, de 1,25 cm. Disponha-os em um pedaço de papel manteiga para formar um quadrado de aproximadamente 15 cm x 15 cm e cubra com outro pedaço de papel.
Com o auxílio de um rolo, abra a manteiga até formar um quadrado exato de 17 X 17 (fica bem mais fácil entender se olharmos as imagens daqui). Coloque a manteiga novamente na geladeira enquanto trabalha a massa.
Retire a massa da geladeira e, com o auxilio de um rolo, abra-a em um quadrado de 26 x 26. Tente obter um quadrado o mais exato possível e com uma espessura uniforme. Retire a manteiga da geladeira e coloque-a sobre o centro da massa. Comece dobrando um dos lados do quadrado até que a massa atinja o centro da manteiga. Faça isso com os três lados, de modo que se forme um envelope. Sobreponha as bordas para cobrir completamente a manteiga e, com a palma da mão, pressione levemente as bordas para selar a junção.
Abra a massa, com o auxílio de um rolo levemente enfarinhado, em uma superfície polvilhada com um pouco de farinha, do centro para as bordas, até obter um retângulo de 20x60 cm.  Divida a massa (mentalmente!) em três partes iguais e dobre a terça parte inferior da massa para cima, e depois a outra terça parte para baixo, sobre a terça parte inferior. Gire a massa em 90º e repita o processo de abrir e dobrar.
Cubra a massa com plástico filme e leve para gelar por 30 minutos. Repita o processo de abrir e dobrar três vezes, girando a massa a 90° depois de cada dobra. Dê um intervalo de 30 minutos em cada etapa, deixando a massa resfriar na geladeira. Na última dobra, deixe a massa descansar até o dia seguinte na geladeira.

Terceiro dia:
Retire a massa da geladeira e, em uma superfície levemente enfarinhada, abra a massa até obter uma estreita e comprida faixa, de aproximadamente 18x108 cm. Apare as pontas para obter um retângulo bem reto. Corte em 6 quadrados e depois corte cada quadrado ao meio (sentido diagonal), formando 2 triângulos. Com o auxílio de um rolo, estique a massa levemente, enrole os triângulos e coloque-os em uma assadeira untada. * Cubra com plástico filme besuntado com óleo, sem apertar, e deixe em local quente por 45 minutos.
8- Retire o plástico filme e pincele os croissants com a gema de ovo misturada com uma colher (sopa) de água. Asse em forno pré-aquecido a 180 ºC por 10 minutos ou até dourar.



*Ao esticar levemente a massa, já cortada, o croissant fica maior e conseqüentemente com mais com mais “voltinhas”